Luis Câmara Vicelli Fisioterapia, Acupuntura e Avaliação Postural Curitiba Batel - O QUE É LESÃO NA COLUNA?
CÂMARA VICELLI - FISIOTERAPIA E ACUPUNTURA CURITIBA
  • 55+ (41) 3528-9009
Top
INFORMAÇÕES PARA CONTATO
  • Rua Emiliano Perneta, 822 - SL 1209
  • 55+ (41) 3528-9009
  • contato@camaravicelli.com.br
O QUE É LESÃO NA COLUNA?

O QUE É LESÃO NA COLUNA?

O QUE É LESÃO NA COLUNA?

A coluna vertebral é uma pilha de ossos chamados vértebras ligadas por articulações e separadas por discos de cartilagem. Essa pilha de vértebras foi organizada pela evolução da espécie para servir de apoio a outros ossos do esqueleto e proteger a medula espinhal, que passa por um canal no interior da coluna e de onde saem os nervos responsáveis por todos os nossos movimentos e sensações. 

A coluna é composta por 33 vértebras: sete cervicais, doze torácicas, cinco lombares, cinco sacrais e quatro coccígeas. Nos intervalos entre uma e outra, saem os nervos que, de cima para baixo, vão enervar os vários segmentos do corpo.

Um acidente ou um trauma continuado podem romper uma vértebra e pressionar (imagem 1) , seccionar ou destruir (imagem 2) a circulação interna da medula espinhal em alguma altura da coluna vertebral. Como consequência, a parte do corpo que fica abaixo da lesão irá sofrer comprometimento da motricidade e a pessoa perderá muito dos movimentos e sensações. Esse é um problema gravíssimo de saúde e, o que é lastimável, bastante prevalente em nosso meio.
 
A incidência de lesões da coluna vertebral na prática desportiva é de 10 a 15%, ocorrendo algum grau de défice neurológico em 0,6 a 1% dos casos.

 Qualquer lesão da coluna vertebral observada entre não atletas pode ser encontrada entre os participantes da prática desportiva. Porém, algumas lesões são mais características dos atletas e apresentam peculiaridades que justificam abordagem mais específica.

QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DA LESÃO NA COLUNA?

Entre as lesões da coluna vertebral mais características destacam-se as seguintes:
  • – instabilidades da coluna cervical;
  • – tetraparesia transitória;
  • – apofisite da coluna toracolombar;
  • – espondilólise traumática;
  • – fraturas do arco vertebral.

QUAIS SÃO OS TRATAMENTOS PARA FRATURAS NA COLUNA?

O tratamento precisa ser sempre iniciado no hospital e ser orientado por um ortopedista, pois varia de acordo com o grau da lesão, mas normalmente inclui:

  • -Uso de colete de Jewet, colar cervical ou gesso: usado em casos de fratura da coluna sem lesões na medula espinhal. Normalmente, este tipo de tratamento conservador é mantido por 8 a 12 semanas, até que as vértebras cicatrizem;
  • -Cirurgia: em caso de fraturas graves e quando a medula é afetada, sendo utilizado um suporte de metal semelhante a parafusos, que alinha a coluna e suporta o peso do corpo.
  • Durante a recuperação, deve-se ficar de repouso absoluto durante a primeira semana e iniciar lentamente as atividades diárias mais leves, como caminhar e sentar, evitando exercícios pesados, como correr, nadar ou levantar pesos, respeitando todas as indicações do médico.

Quando o tratamento não é feito de forma adequada, mesmo em lesões leves, pode acontecer agravamento da fratura e, nesses casos, pode até haver risco de paralisia, mesmo que incialmente a medula não tenha sido afetada.

Câmara Vicelli - Fisioterapia e Acupuntura Curitiba

TELEFONE
55+ (41) 3528-9009
ENDEREÇO
Rua Emiliano Perneta, 822 - SL 1209
EMAIL
contato@camaravicelli.com.br